facebook instagram
Cuiabá, 24 de Julho de 2024
logo
24 de Julho de 2024

Trabalhista Sábado, 23 de Maio de 2020, 07:30 - A | A

23 de Maio de 2020, 07h:30 - A | A

Trabalhista / COMBATE À PANDEMIA

Justiça determina confecção de protetores para profissionais do SUS

A Justiça do Trabalho destinou quase R$ 25 mil, verba oriunda de duas ações de execução de termos de ajustamento de conduta firmados pelo órgão e que tramitam na Vara do Trabalho de Primavera do Leste

Da Redação



A Justiça do Trabalho aprovou a destinação de quase R$ 25 mil a serem usados na compra de equipamentos e insumos para a confecção de 2 mil protetores faciais, modelo Face Shield.

Os itens serão produzidos pelo Instituto Federal de Mato Grosso, campus de Primavera do Leste e distribuídos a profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) de 19 municípios da região sudeste de Mato Grosso.

A destinação dos valores ocorreu a pedido do Ministério Público do Trabalho (MPT) em duas ações de execução de termos de ajustamento de conduta firmados pelo órgão e que tramitam na Vara do Trabalho da cidade.

Os recursos serão empregados na compra de mais uma máquina router de corte a laser para o laboratório do Instituto (no valor de R$ 14.490,00) e de insumos necessários para a produção.

Segundo o juiz da Vara de Primavera do Leste, Mauro Vaz Curvo, “os profissionais da área da saúde estão expostos aos mais variados riscos no ambiente de trabalho, causado, em regra, por agentes químicos, físicos, biológicos, psicossociais e ergonômicos. Com a covid-19, os riscos de contaminação por vírus aumentaram exponencialmente. Desse modo, o projeto apresentado pelo IFMT é de suma importância uma vez que busca proteger esses profissionais que estão na linha de frente no combate ao coronavírus, além de permitir que eles continuem desempenhando suas atividades em prol da população”.

Após a retomada das aulas pelo IFMT, o equipamento será utilizado para melhorar as condições dos laboratórios do campus para a oferta de mais aulas práticas aos estudantes de cursos superiores e técnicos.

Destinações

Desde o avanço da pandemia do novo coronavírus no Brasil, no fim de março passado, a Justiça do Trabalho em Mato Grosso e o MPT já fizeram mais de uma dezena de transferências e que supera os R$ 8 milhões.

Os repasses seguem as recomendações publicadas no fim de março pela Corregedoria do TRT de Mato Grosso e pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Os dois órgãos orientaram para que valores disponíveis para a promoção de ações afirmativas sejam liberados prioritariamente para medidas de combate à Covid-19. (Com informações da Assessoria do TRT-MT)