facebook instagram
Cuiabá, 24 de Junho de 2024
logo
24 de Junho de 2024

Cível Quarta-feira, 26 de Junho de 2019, 10:23 - A | A

26 de Junho de 2019, 10h:23 - A | A

Cível / COBRANÇA DE HONORÁRIOS

Partes firmam acordo em audiência de conciliação via WhatsApp

Assim que o juiz responsável pelo juizado em Nova Xavantina, Arthur Moreira Pedreira de Albuquerque, tomou conhecimento da audiência via WhatsApp, homologou o acordo

Da Redação



O Juizado Especial da Comarca de Nova Xavantina (a 645 km de Cuiabá) homologou um acordo feito uma audiência de conciliação realizada por meio do aplicativo de mensagens WhatsApp.

Tratava-se de uma ação de cobrança de honorários advocatícios em que a parte requerente, o advogado, precisou se ausentar por conta do velório de um familiar na cidade de Goiânia (GO).

O advogado, então, contatou o conciliador Heberth Lisboa pelo aplicativo de mensagens informando que não poderia estar presente. Foi nessa circunstância que o servidor optou por utilizar o aplicativo em razão da informalidade que vigora na justiça especial e também pela questão da celeridade processual.

“A parte requerida estava na audiência, então esclareci as benesses da conciliação e ele informou que tinha interesse. Me veio à memória fazer a audiência via aplicativo em razão da informalidade que vigora na justiça especial. Fiquei bastante surpreso, porque isso surgiu de repente e foi muito bacana. O jurisdicionado clama muito por celeridade no processo. Uma boa conciliação é um processo bem resolvido e acredito que conseguimos isso”, pontuou Herberth.

Assim que o juiz responsável pelo juizado em Nova Xavantina, Arthur Moreira Pedreira de Albuquerque, tomou conhecimento da audiência via WhatsApp, homologou o acordo. (Com informações da Assessoria do TJMT)