facebook instagram
Cuiabá, 25 de Julho de 2024
logo
25 de Julho de 2024

Administrativo Quinta-feira, 23 de Abril de 2020, 11:11 - A | A

23 de Abril de 2020, 11h:11 - A | A

Administrativo / POR VIDEOCONFERÊNCIA

Segunda Câmara de Direito Privado julga 152 processos

Os desembargadores, o procurador de Justiça Mauro Defino César e os 13 advogados inscritos que fizeram uso da palavra interagiram, cada um de um local, em home office

Da Redação



A Segunda Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) julgou, nesta quarta-feira (22), 152 processos durante sessão realizada por videoconferência.

A câmara julgadora que é presidida pelo desembargador Sebastião de Moraes Filho e composta pelas desembargadoras Clarice Claudino da Silva e Marilsen Andrade Addário julgou os processos adiados e publicados para a pauta dos dias 18 e 25 de março de 2020.

Os desembargadores, o procurador de Justiça Mauro Defino César e os 13 advogados inscritos que fizeram uso da palavra interagiram, cada um de um local, em home office, por meio da plataforma Lifesize. Tudo foi transmitido ao vivo pelo canal Youtube da instituição.

A sessão contou com 205 processos em pauta, foram inscritos 34 advogados para fazer a sustentação oral.

A sessão de julgamento teve início às 8h30 e encerrou às 19h30. Com o adiantado da hora, o presidente do órgão colegiado suspendeu a sessão e agendou a continuação dos trabalhos para sexta-feira (24).

Pandemia

O Poder Judiciário mato-grossense deu inicio às sessões de julgamento por videoconferência, como uma das medidas de prevenção do novo coronavírus (Covid-19).

A medida consta na Portaria 283, de 13 de abril de 2020, publicada pelo presidente do TJMT, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha.

A portaria não estabelece a obrigatoriedade de as Câmaras aderirem ao julgamento por videoconferência, sendo facultado aos presidentes dos respectivos órgãos julgadores editar normas complementares. (Com informações da Assessoria do TJMT)