facebook instagram
Cuiabá, 19 de Junho de 2024
logo
19 de Junho de 2024

Penal Quinta-feira, 06 de Junho de 2019, 08:10 - A | A

06 de Junho de 2019, 08h:10 - A | A

Penal / após prisão em flagrante

Justiça fixa fiança para dentistas acusados de fraudarem ponto

Os três vão responder pelo crime de falsidade ideológica em continuidade delitiva e também às sanções estabelecidas na Lei de Improbidade Administrativa que prevê, inclusive, perda da função e ressarcimento ao erário

Da Redação



Dentistas presos em flagrante por fraudarem o ponto eletrônico em unidades básicas de saúde do município de Juara foram colocados em liberdade, após o pagamento de fiança.

 

Em audiência de custódia, o Poder Judiciário estabeleceu fiança de R$ 14.970,00 para dois deles e a terceira profissional, cuja remuneração mensal é inferior aos outros, foi arbitrada fiança no valor de R$ 10.978,00.

 

De acordo com o Ministério Público, os profissionais vinham sendo monitorados desde o mês de fevereiro deste ano, após a instituição ter recebido várias reclamações da ausência de dentistas nas unidades públicas.

 

Durante a investigação, foi constatado que os servidores iam até ao local de trabalho, nas Unidades Básicas de Saúde dos bairros Jardim Califórnia, Jardim América e Porto Seguro, registravam o ponto de entrada e, após algum tempo, se dirigiam aos consultórios particulares, retornando à unidade pública apenas no final do expediente para bater o ponto de saída. 

 

Os três vão responder pelo crime de falsidade ideológica em continuidade delitiva e também às sanções estabelecidas na Lei de Improbidade Administrativa que prevê, inclusive, perda da função e ressarcimento ao erário.

 

Além disso, o Ministério Público encaminhará ao Município cópia de toda a investigação para instauração de Procedimento Administrativo Disciplinar.

 

Atuaram na investigação os promotores Roberta Cheregati Sanches e Herbert Dias Ferreira. (Com informações da Assessoria de Imprensa do MPE/MT)