facebook instagram
Cuiabá, 16 de Junho de 2024
logo
16 de Junho de 2024

Administrativo Sábado, 14 de Setembro de 2019, 07:30 - A | A

14 de Setembro de 2019, 07h:30 - A | A

Administrativo / PLANTÃO JUDICIÁRIO

Rui Ramos analisa causas emergenciais do TJ neste fim de semana

Durante o plantão, as medidas urgentes devem ser protocolizadas na forma eletrônica

Da Redação



O desembargador Rui Ramos Ribeiro é o plantonista do Tribunal de Justiça de Mato Grosso neste fim de semana (14 e 15 de setembro). Ele fica responsável pelo recebimento dos feitos cíveis e criminais de urgência, como mandados de segurança e habeas corpus.

O magistrado contará com a assessoria do Departamento do Tribunal Pleno e Órgão Especial, que atende pelos números (65) 3617-3477/ 3478 / 3472 e também pelo celular do plantão: (65) 99989-5920.

O plantão presencial ocorre nos finais de semana das 13h às 17h, na secretaria plantonista.

No período que antecede o plantão e após esse horário, os servidores plantonistas permanecerão de sobreaviso nas residências com celular funcional para atendimento das medidas urgentes.

Durante o plantão judiciário do TJMT, as medidas urgentes devem ser protocolizadas na forma eletrônica.

Demais plantões

Já em Cuiabá, as ações cíveis urgentes ficarão a cargo do juiz Hildebrando da Costa Marques, do 1º Juizado Especial Cível. A servidora Vera Lúcia Camargo de Anunciação dará suporte ao magistrado e poderá ser acionada pelos números (65) 3313-8000/ 99948-8823.

Os casos criminais ficarão sob a responsabilidade da juíza Mônica Catarina Perri Siqueira, da 1ª Vara Criminal, com o auxílio da gestora Rosana Albuquerque Dutra. Elas podem ser contatadas pelos telefones (65) 3648-6155/99949-0558.

No Fórum de Várzea Grande, as ações cíveis e criminais de urgência serão recebidas pelo juiz Luís Otávio Pereira Marques, da 3ª Vara Cível. O apoio ao plantão será realizado pelo gestor Júlio Alfredo Prediger. Os telefones de contato são: (65) 3688-8439/99225-1385.

As medidas cíveis urgentes nas Comarcas de Cuiabá, Chapada dos Guimarães e Santo Antônio de Leverger passaram a ser protocolizadas na forma. Já as criminais permanecem sendo protocoladas na forma física.

Nas demais comarcas (primeiro grau), as medidas (cíveis e criminais) continuam sendo protocolizadas na forma física.

Veja aqui os plantões das comarcas. (Com informações da Assessoria do TJMT)