facebook instagram
Cuiabá, 24 de Junho de 2024
logo
24 de Junho de 2024

Ponto Central Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019, 08:58 - A | A

09 de Dezembro de 2019, 08h:58 - A | A

Ponto Central / BERERÉ E BÔNUS

Desembargador determina ida imediata de ações para o TRE

Da Redação



O desembargador Paulo da Cunha, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, determinou o envio imediato dos autos oriundos das Operações Bereré e Bônus para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT).

A ida dos processos ocorre após o TJ decidir que é a Justiça Eleitoral competente para processar e julgar o suposto esquema que desviou R$ 30 milhões do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT).

Na Bereré, então entre os investigados: o presidente da Assembleia, Eduardo Botelho e os deputados estaduais Wilson Santos e Ondanir Bortolini (o Nininho).

Já na Bônus, o ex-deputado Mauro Savi, o ex-chefe da Casa Civil, Paulo Taques e seu irmão, o advogado Pedro Jorge Taques, e os empresários Valter José Kobori, Claudemir Pereira dos Santos e Roque Anildo Reinheimer.